Juventude e experiência: a fórmula do sucesso encontrado pela coordenadora do futebol feminino de São José dos Campos

27/07/2018

Aluno Unisport Reverton Renan Barbosa - Preparador Goleiros da base
São José Equipe Feminina

 
Enquanto parte do elenco adulto treina em São José dos Campos, visando a reta final do Campeonato Brasileiro e a segunda fase do Campeonato Paulista, 21 atletas estão em Ilhabela, concentradas e dando show de bola na disputa da 62ª edição dos Jogos Regionais.
 
Nesta edição, das 21 atletas presentes, 11 são do programa Atleta Cidadão, que é a base do São José Futebol Feminino, e 10 são da equipe adulta. A jogadora mais jovem do elenco é a goleira Stephanie, de 14 anos. Até o momento, o São José/Atleta Cidadão não sofreu nenhum gol na competição e já balançou as redes em 11 oportunidades.
Time adulto e a base realizaram um jogo-treino antes da viagem para os Jogos Regionais
A equipe disputou quatro jogos até o momento: na estreia, vitória por 2 a 0 sobre Mogi das Cruzes; em seguida, novo triunfo pelo mesmo placar, desta vez contra Caçapava. Classificando em primeiro lugar, o time enfrentou Guararema nas quartas de final, vencendo por 5 a 0. Na semifinal, nova vitória: 2 a 0 sobre Francisco Morato. A grande decisão será contra Mogi das Cruzes novamente.
 
E a fórmula que explica essa boa fase vivida pelo time foi desenvolvida pela coordenadora do São José Futebol Feminino, Renata Love. Ex-jogadora e tendo a preocupação em deixar um legado para as mais novas, foi ela quem abriu as portas para que as meninas da base pudessem ter a troca de experiência com as jogadoras adultas.
Técnico Anderson Marrom, do Programa Atleta Cidadão, observa o treino
“Com muito orgulho fico feliz em ver o trabalho sendo realizado e muito bem desenvolvido. Ver as meninas da base pegando essa experiência com as jogadoras dentro e fora de campo é muito bom. É algo que sempre quis fazer, é o gosto, o prazer. E isso não é apenas voltado para as jogadoras, mas também para a comissão técnica. Nosso técnico é o Anderson Marrom, treinador do Sub-13 do Programa Atleta Cidadão e que hoje está comando três categorias ao mesmo tempo. Essa interação é muito boa, gratificante, e é um dos momentos mais marcantes da minha vida. É isso mesmo que eu imaginava”, disse Renata, orgulhosa em ver o trabalho rendendo frutos.
 
O técnico do São José/Atleta Cidadão, Anderson Marrom, também se mostra contente com os resultados conquistados, afinal ele abraçou a causa e possui apenas dois anos como técnico do Programa Atleta Cidadão na categoria Sub-13.
 
“Eu estou muito feliz em fazer parte desta história que está sendo escrita na nova fase do futebol feminino joseense. Só tenho a agradecer à coordenadora Renata pela confiança depositada em mim e no meu trabalho, e aos técnicos da equipe adulta (Cléber Arildo) e Sub-17 (Odilon Marques), que me dão o suporte necessário para que possamos, juntos, executarmos esse projeto e ter essa experiência. Agradeço, também, todas as atletas pelo comportamento, aprendizado, respeito e carinho comigo. E não posso deixar de agradecer ou deixar de falar de todos os membros da comissão técnica do Atleta Cidadão, o preparador físico Douglas Dantas, o preparador de goleiras Reverton Barbosa e a treinadora Dhara Rezende”, destacou Anderson.
Ana Beatriz e Rita Bove: juventude e experiência caminham lado a lado nos Jogos
Ana Beatriz, de 15 anos, é aluna do 1º ano do Ensino Médio. A lateral, de 15 anos, participa da sua primeira edição dos Jogos Regionais. Ela destaca a felicidade de estar vivenciando a experiência com as atletas do time adulto.
 
“Recebi com muita felicidade a convocação. É um sonho. Elas me passam muita tranquilidade, é um prazer estar aqui. O meu sonho é crescer ainda mais, me tornar uma jogadora de futebol profissional, defender o São José na equipe adulta e até chegar à Seleção Brasileira. Tenho que acreditar e me esforçar ao máximo para alcançar os meus objetivos”, disse Ana.
Equipe está na final dos Jogos Regionais 2018
Zizi, de 33 anos, disputou o seu primeiro Jogos Regionais em 2007, quando representava Franca. Ela já esteve do outro lado, recebendo dicas e auxílios das jogadoras mais experientes. Hoje, é ela quem passa os ajustes necessários para as novatas. Contente em fazer parte do elenco que busca o título contra Mogi, a zagueira quer deixar um legado e busca a evolução.
 
“Jogos Regionais são importantes. Quando vi que o meu nome estava na lista para descer para o litoral, fiquei muito feliz. É muito bom estar aqui, tanto com as minhas companheiras de equipe quanto com as jogadoras do Atleta Cidadão. Espero sempre evoluir, buscar conselhos com elas, saber ouvir. Meu primeiro Jogos Regionais, eu estava nervosa, batia a ansiedade. Fui amadurecendo. Hoje, essas atletas jovens estão passando pela mesma circunstância. É um aprendizado e tanto estar aqui e poder ser porta-voz, uma espécie de irmã para elas. As meninas e toda a comissão me receberam de braços abertos, é um grupo acolhedor. Acho que é a fórmula, a receita do bolo, por isso São José dos Campos é um time muito forte. Essa união da base com o adulto é necessário e muito importante”, enfatizou a atleta.
 
A Prefeitura de São José dos Campos apoia o futebol feminino da cidade, que detém o título do Mundial de Clubes, em 2014, tricampeonato da Libertadores (2011, 2013 e 2014), do Campeonato Paulista (2012, 2014 e 2015) e bicampeã da Copa do Brasil (2012 e 2013).


Confira os Depoimentos de nossos clientes:

Assine nossa newsletter

E receba notícias do nosso blog além de informações sobre cursos, treinamentos e projetos na área esportiva.

Qual o esporte que mais lhe interessa?

Qual o tema de caráter geral que mais lhe interessa?